segunda-feira, 14 de julho de 2014

Crivella sobe o tom contra Garotinho. Senador diz que fim das UPPs seria ‘medieval’ e que Lindberg pediu a Lula que não concorresse.

Candidato ao governo do Rio pelo PRB, o senador Marcelo Crivella garante que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva incentivou sua candidatura ao Palácio Guanabara. Apesar dos apelos do petista Lindberg Farias, que sonhava com Crivella como seu vice, Lula se negou a cobrar tamanho sacrifício do aliado e ex-ministro da Pesca de Dilma Rousseff, hoje um dos líderes nas pesquisas de intenção de voto . 

Para o sobrinho do bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, o também evangélico Anthony Garotinho (PR) é o principal concorrente a uma vaga no segundo turno nas eleições de outubro. Comedido e de fala pausada, Crivella aumenta o tom contra o adversário quando o assunto é segurança pública.

Para acabar com o estigma de ficar em segundo, Crivella aposta em ser mais conhecido pelo eleitor da Zona Sul e manter o apoio da BaixadaFoto: Cacau Fernandes / Agência O Dia

“O Garotinho quer acabar com as UPPs. Eu acho que acabar com a UPP é como quebrar um termômetro para tentar acabar com a febre. É medieval. A UPP é uma política extraordinária. O problema do traficante não é só vender a droga. Quem vivia no morro, vivia subjugado a regras impostas por esses bandidos. Temos é que universalizar a UPP, levar para todo o estado e aumentar o efetivo da Polícia Militar”, diz.

Seu programa de governo prevê a recolocação na ativa de policiais militares aposentados nos últimos cinco anos. Crivella alega que hoje há policiais se aposentando com apenas 48 anos. Segundo ele, seria um programa voluntário mediante remuneração complementar. “Vemos muitos policiais novos, com um ano de formado, já fazendo policiamento ostensivo. É preciso mesclar juventude e experiência.”

Recém-saído do Ministério da Pesca e exercendo pela segunda vez o mandato no Senado, Crivella tem intensificado a campanha na Baixada Fluminense e na Zona Norte do Rio. Nascido e criado em Botafogo, é justamente na Zona Sul que enfrenta a maior dificuldade em angariar votos.

Nas duas vezes que concorreu à Prefeitura do Rio (2004 e 2008), a região foi decisiva para a derrota. “Há certas coisas que demoram, que só se constroem com o tempo. Hoje, sou o candidato com maior intenção de voto na capital, 27% de acordo com a última pesquisa. As pessoas vão se identificando e surgindo afinidade”, afirma ele, que foi derrotado nas eleições para o Palácio Guanabara, em 2006.

Nos discursos de campanha, Crivella não cita a Igreja Universal e se concentra nas propostas de governo. Perguntado se é uma tática para reduzir a rejeição, o candidato desconversa: “Não pretendo me desvincular da igreja, mas não misturo política com religião.”

Assim, a maioria dos eleitores que se aproxima do político nas ruas é composta de religiosos. Fiéis da Igreja Universal, majoritariamente jovens, também fazem trabalho voluntário para a ajudar a eleger o candidato.

5 MINUTOS COM: MARCELO CRIVELLA
‘Tenho vergonha das alianças feitas’
Aos 56 anos, o senador Marcelo Crivella acredita que houve aumento de empatia com os eleitores da 
capital e aposta no voto da Baixada Fluminense para se eleger.

Lindberg pediu a Lula que o senhor retirasse sua candidatura? 
Sim. Mas o Lula me disse que respondeu a ele: “Lindberg, o Crivella tem o dobro das intenções de voto que você tem. Eu sei que ele é cristão, mas pedir um sacrifício desse tipo seria muita penitência”. Pelo contrário, o Lula me incentivou a ser candidato.

O senhor se sente abandonado pelo governo federal, já que não conseguiu fazer coligações para a campanha? 
Não me sinto abandonado, pois estou em primeiro lugar nas pesquisas e em último na rejeição. A presidenta Dilma Rousseff disse que não haveria hipótese de ela não participar do meu palanque.
Mas os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Relações Institucionais) ajudaram a levar o Pros para o Garotinho. 

O ministro Aloizio Mercadante e o deputado federal Ricardo Berzoini são irrelevantes. Eles negam que tenham articulado com o Pros em favor do Garotinho. Mas eu acredito que tenham feito isso, sim. O PR chantageava o governo e ameaçava apoiar a candidatura de Aécio Neves, do PSDB. São contingências da política, mas não influenciam a nossa eleição. O Pros é um partido recém-formado, tem algum tempo de televisão, mas não tem nenhuma militância.

O senhor afirmou que hoje as coligações se formam como se fossem mercadorias compradas num ‘mercado persa’. O que os partidos com quem o senhor tentou negociar lhe pediram? 
Eu fico até com vergonha de falar sobre valores que os partidos me pediram. Se disser, vão negar e vai ser uma controvérsia inútil na Justiça. Não vale a pena. A redenção da política é o financiamento público de campanha. O financiamento privado é uma interferência direta do grande capital no destino do país. Todo o dinheiro que as empresas colocam na campanha dos candidatos depois será retirado do orçamento público com juros e correção monetária. Acredito também que os partidos que não tiverem candidato a cargo majoritário não deveriam ter tempo de televisão.

Quais as suas propostas para a Educação? 
Acho que a gente tem que partir para o horário integral. Tenho o sonho da TV Enem. No Ensino Médio as pessoas têm primeiro, segundo e terceiro ano. Eu quero ter o Canal 1, Canal 2 e Canal 3. Quem vai à aula de manhã, assiste à tarde, e vice e versa. São programas de reforço feitos pelos professores. Não há uma rede de escolas que possa oferecer horário integral para todos, mas gostaria de retomar os projetos dos Cieps.

Antes, os Cieps eram muito caros. Hoje, com as técnicas de engenharia, dá para fazer Cieps por 70%, 75 % mais baratos. Todo professor que encontro está muito desmotivado, por causa do salário, que é muito baixo, e pelo sistema usado para escolher os diretores.

E quais as propostas para a Saúde? 
É preciso acabar com a roubalheira. O problema da Saúde é de gestão. Precisamos construir mais hospitais, pois todos os nossos estão saturados. É preciso abrir leitos, sobretudo na Baixada Fluminense. Eu gostaria de pagar o melhor salário ao médico, mas gostaria também que esse médico desse dedicação exclusiva. Hoje, o estado paga muito pouco para o médico, mas ele também fica pouco tempo no hospital. Depois, vai complementar sua renda num consultório particular.

Por que as pesquisas apontam índice tão elevado de votos nulos e brancos nas eleições? 
Há um desalento do eleitor em relação à política e aos candidatos. São campanhas bilionárias, boca de urna, compra de votos e promessas não cumpridas.

Mas o senhor está entre os candidatos... 
Sim. Não me excluo da classe política. Mas, nesses 12 anos de trabalho no Senado e no Ministério da Pesca, as pessoas viram que não sou esse tipo de político.
Fonte: O Dia/PAULO CAPPELLI

César Maia e mais 34 políticos do Rio têm candidaturas impugnadas. Procuradoria Regional Eleitoral do Rio contestou os registros com base na Lei da Ficha Limpa; candidatos poderão recorrer e continuar campanha eleitoral.

Com base na lei da Ficha Limpa, a Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (PRE) impugnou 35 registros de candidatura para estas eleições, entre elas, do vereador César Maia (DEM) que pretende concorrer à vaga no Senado. A PRE impugnou ainda 20 candidaturas a deputado estadual e 14 a deputado federal.

De acordo com a PRE, a contestação da candidatura de César Maia é por improbidade. Os candidatos que tiveram o registro indeferido poderão recorrer da decisão. E enquanto aguarda o julgamento do recurso, eles poderão continuar a campanha e seus nomes serão mantidos nas urnas.

Ao todo, a procuradoria analisou 2.852 registros de candidatos nestas eleições no Estado, entre os dias 7 e 13 de julho. As impugnações foram feitas pelo procurador regional eleitoral Paulo Roberto Bérenger e pela procuradora regional eleitoral substituta Adriana Farias.

Confira a lista dos 35 candidatos que tiveram registros contestados:
Ademir Alves de Melo (PSD) 
Alciones Cordeiro (PRTB) 
André Taffarel Inácio dos Santos (PT) 
Arnaldo França Viana (PDT) 
Carla Maria Machado dos Santos (PT) 
Carlos Augusto Carvalho Balthazar (PSL) 
Carlos Roberto Paiva (PT) 
Carlos Roberto Pereira (PEN) 
Celso Alencar Ramos Jacob (PMDB) 
César Epitácio Maia (DEM) 
Darlei Gonçalves Braga (PTB) 
David da Costa Villar Filho (PSB) 
Domingos Inácio Brazão (PMDB) 
Eliton Luiz Domingos Correa (PR) 
Elton da Silva Neves (PSB) 
Eurico Pinheiro Bernardes Júnior (PV) 
Gothardo Lopes Neto (PSL) 
João Barbosa Bravo (PT do B) 
Jorge de Oliveira (PR) 
José Eduardo Valemtin (PHS) 
José Luiz Anchite (PP) 
José Valdezir Pereira de Lima (PMN) 
Lúcia Helena Pinto de Barros (PSDB) 
Marcelo Jandre Delaroli (PR) 
Marcos da Rocha Mendes (PMDB) 
Maria Aparecida Panisset (PDT) 
Maria José Cassane Soares (PMDB) 
Ricardo Martins David (PDT) 
Riverton Mussi Ramos (PMDB) 
Rogério Loureiro (PPS) 
Rozan Gomes da Silva (PTB) 
Rubem Nelson (PDT) 
Samuel Correa da Rocha Junior (PR) 
Wagner dos Santos Carneiro (PMDB) 
Werner Benites Saraiva da Fonseca (PT do B)
Fonte: O DIA

Índice de criminalidade aumenta na Baixada e assusta moradores.

Os motoristas Marcos e Sérgio tiveram a van roubada em Belford Roxo
Os registros de roubos de veículos nos 13 municípios da região subiram 55%, quando comparados com o mesmo mês no ano passado. Ocorrências desse tipo de crime passaram de 740 para 1.148. Houve aumento também do número de assaltos a pedestres de 1.517, em maio de 2013, para 2.086 este ano, alta de 37,5%. 

De acordo com o ISP, houve, também, um acréscimo de 26 registros de roubos a estabelecimentos comerciais contrastando o mês de maio de 2013 e o mesmo mês desse ano, que passou, respectivamente, de 147 para 173. A elevação totaliza 17%. Foi contabilizado, também, no mesmo período, um aumento de 11,6% em roubos de aparelhos de celular. 

Apesar disso, teve queda a quantidade de residências roubadas. Segundo o Instituto de Segurança Pública, o cálculo de 30 registros, em maio do ano passado, caiu para 21, no mesmo mês de 2014, uma redução de 30%.

Em Belford Roxo, apesar do número de roubo a veículos ter reduzido em 13,6%, quando equiparado o mês de maio desse ano e o mesmo mês do ano passado, há reclamações de constantes assaltos. Quatro vans da corporativa Cooper Kombel, no Centro da cidade, foram assaltadas em menos de 15 dias. “ Paguei apenas seis das 36 prestações de R$ 2, 5 mil do veículo que me levaram”, diz o permissionário Sérgio Nascimento, 48, e seu amigo, Marcos Fonseca, 32, teve que pegar uma Kombi emprestada para continuar trabalhando e sustentar a família.
Fonte: Jornal O Dia

Veja o que os candidatos podem fazer durante a campanha eleitoral no RJ Showmício, ofensas na TV e cartazes com mais 4 metros estão proibidos. Irregularidade pode ser passível de multa de R$ 5 mil a R$ 25 mil reais.

A partir da segunda-feira (7) começou a proibição de showmício, contratação de artistas, cartazes acima de quatro metro quadrados, e ofensas a candidatos através da televisão, durante campanha eleitoral gratuita de TV e rádio, mostrou o Bom Dia Rio. A propaganda eleitoral está autorizada desde domingo (6) e vão até a véspera da votação marcada para o dia 5 de outubro.

 
Ainda segundo as regras, fica proibido a partir desta segunda a realização de reajustes para o funcionalismo público, a não ser que seja readaptação de funções. Fica impedida ainda o uso da máquina a pública para fazer propaganda política. A irregularidade da propaganda pode ser passível de multa de R$ 5 mil a R$ 25 mil reais.“A imprensa escrita eles podem fazer, desde que a imprensa escrita mantenha o equilíbrio entre os candidatos. Eles podem usar a internet de maneira gratuita, desde que se respeitem as restrições legais. Por exemplo, injuriar um candidato não pode”, explicou o procurador regional eleitoral Paulo Bérenger.

 
“Prometer algum benefício em troca de voto, isso é captação ilícita de sufrágio prevista no artigo 1-a da legislação eleitoral e dá ensejo inclusive a cassação do diploma ou do registro do candidato”, completou Bérenger.

 
Nos dias das eleições, pode haver manifestação individual do eleitor, que pode comparecer com bonés e broches, no entanto, fica proibida aglomeração coletiva que implique uma efetiva propaganda política, informou Bérenger.

 
Ele informou ainda que cartazes podem ser colocados em propriedades particulares desde que com permissão dos seus proprietários. Fica proibida, contudo a instalação deste tipo de material em instituições públicas e todo lugar de acesso ao público, como praças, jardins e comércios.

 
“O eleitor ele deve ser um fiscal também da propaganda. Então, ele deve nos ajudar denunciando todas as irregularidades de propaganda política. Ele pode denunciar diretamente no site da procuradoria regional que é o www.prerj.mpf.mp.br , pode denunciar telefonando pra cá, pode vir pessoalmente aqui, que nós podemos reduzir o depoimento do eleitor por escrito”, disse o procurador.
Eleições estão se aproximando; tire suas possíveis dúvidas 
sobre o processo
Punição
De acorco com Bérenger, o abusdo do poder econômico pode ter como punição a cassação. “As condutas vedadas que são muitas no artigo 73, uma dessas é essa questão do reajuste geral do funcionalismo público, dar por exemplo nomear, contratar, transferir servidor, nesses período de tres meses antes da eleicao”, declarou.

 
Neste fim de semana, os candidatos ao Governo do Estado do Rio de Janeiro apresentaram à Justiça as declarações de bens e o valor que pretendem gastar nas campanhas.

 
“Eu espero realmente uma campanha acirrada , nós temos aí muitos candidatos, quase que um empate técnico, e candidatos com zonas eleitorais de influências diferentes , nós temos candidatos aí com uma região, que têm uma influência mais na capital, outra no interior, outra na baixada, então será uma eleição complicada, no sentido de acirrada porque os candidatos vão procurar superar uns aos outros”, afirmou.

 
Centro social
De acordo com Bérenger, a utilização de centros sociais para oferecer á população serviços médicos, dentários em troca de algum benefício eleitoral pode configurar abuso de poder econômico.

 
“O centro social em si, se fosse só a atividade de filantropia, não daria ensejo a nenhuma punição. Mas o que aocntece com esses centros sociais é que normalmente são dados bens e serviços para a população tipo serviços médicos, dentários, em troca de alguma benesse eleitoral. Isso não pode está sujeito ao abuso de poder econômico”, concluiu.
Fonte: G1

A Secretaria Municipal de Trabalho e Renda de Belford Roxo convoca candidatos classificados no Processo Seletivo para a Agência do SINE.

O PREFEITO MUNICIPAL DE BELFORD ROXO no uso de suas atribuições e considerando o RESULTADO FINAL DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/SEMTR/2014, publicado em D. O. de 29 de abril de 2014 e suas retificações, torna público a CONVOCAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO IMEDIATA dos candidatos classificados em conformidade com o Edital de abertura publicado em D. O. de 09 de abril de 2014, os classificados deverão comparecer no dia 14 de julho de 2014, no Prédio da Prefeitura Municipal de Belford Roxo, sito à Av. Floripes Rocha, nº 378, 1º Andar, Sala 107 (Setor de AERH), Centro, Belford Roxo, das 09:00 às 17:00 horas, portando os documentos ORIGINAL e CÓPIA abaixo informados:
CABE RESSALTAR QUE O NÃO COMPARECIMENTO EM 30 (TRINTA) DIAS SERÁ CONSIDERADO COMO DESISTÊNCIA DO (A) CANDIDATO (A). Na oportunidade os convocados deverão apresentar toda Documentação obrigatória constate no edital.

CONVOCADOS NA CATEGORIA: COORDENADOR OPERACIONAL
YURI SANTOS ANTUNES
CATEGORIA: ASSITENTE OPERACIONAL
KELLY DE ARAUJO WANDEKOKEN
ANA CRISTINA OLIVEIRA DOS SANTOS
THAIS LAURIA MIGUEL
ERICA RAMOS DO ROSARIO
LUANA PERES RODRIGUES
FELIPE SILVA DE JESUS
DEBORA GALONETE RODRIGUES
ERIC BISMARCK COSTA LUIZ
LUCAS DE ALMEIDA MEMORIA
PATRICIA DOS REIS OLIVEIRA
Fonte: D.O/ Jornal Hora H

Ladrão procurado é preso em Belford Roxo.

Após intensa investigação, policiais da 54ª DP (Belford Roxo) conseguiram chegar até um suspeito de praticar vários assaltos em bairros de Belford Roxo e Nova Iguaçu. Segundo informações do delegado titular da unidade, Luis Henrique Guimarães, existem delegacia mais de 60 registros de ocorrência de roubos, apontando um homem usando um carro Pálio prata como o autor dos roubos. 

Os agentes conseguiram levantar o endereço do suspeito, identificado como Alexandre Marcelo Gomes, de 44 anos, no Jardim das Acácias, em Seropédica.

Ainda segundo investigações, Alexandre só assaltava mulheres que saíam para trabalhar entre 4h30 às 7h. “Ele é conhecido como ‘terror das mulheres’, Foi por receptação, já que o carro encontrado com ele foi roubado na área do Méier há oito meses atrás. Só na área da 54º DP esse bandido pode estar envolvido em mais de 100 assaltos”, disse Guimarães. O delegado pede a quem foi assaltado nos últimos meses por algum homem com essas características, entre Belford Roxo e Nova Iguaçu, que compareça à 54º DP, em Belford Roxo, para fazer o reconhecimento do acusado.
Fonte: Notícias de Belford Roxo

Prefeito Dennis Dauttmam e Deputado Stepan Nercessian garantem melhorias para Belford Roxo.

O Prefeito de Belford Roxo, Dennis Dauttmam, ao lado dos Secretários Municipais de Saúde e Captação de Recursos, Dr. Marco Aurélio Pereira e Sandro Meirelles, respectivamente, recebeu em seu gabinete o Deputado Federal Stepan Nercessian. Na ocasião, o prefeito fez questão de agradecer o carinho do deputado com Belford Roxo, após o mesmo ter destinado, através de duas emendas parlamentares, recursos em favor da cidade e sua população.

“Há meses atrás conversei com o deputado, que prontamente resolveu nos ajudar. Mesmo não sendo de Belford Roxo, ele está dando toda a atenção que pode a cidade. Essa é mais uma parceria que vai ajudar a trazer muitos benefícios para a população”, comentou Dauttmam.

Com as emendas solicitadas pelo parlamentar, cerca de R$ 450 mil reais vão ser aplicados no Fundo Municipal de Saúde e outros R$ 3 milhões serão empregados na revitalização do centro de Belford Roxo. A obra, prevista para ser iniciada no próximo ano, também conta com R$ 2,5 milhões em investimentos do Governo do Estado. Os recursos foram solicitados pelo Deputado Estadual Samuquinha.

“Somando as forças dos governos municipal, estadual e federal, Belford Roxo está mudando para melhor. O centro vai ganhar uma ‘cara nova’ e os moradores vão ter muitos motivos para se orgulhar do local onde vivem”, frisou o prefeito.

Já Stepan Nercessian declarou que é uma alegria, como deputado federal, estreitar a relação com os municípios. “Estou feliz em poder estar mais perto. Essa é uma oportunidade de fazer a minha obrigação em Brasília, que é a de atender os municípios. Quero estar mais em Belford Roxo e ajudar a suprir as necessidades dessa cidade”, frisou.
Fonte: Assessoria de Imprensa PMBR

I Festival Gospel Dance de Belford Roxo recebe inscrições até 18 de julho.

Com o intuito de incentivar o surgimento de novos talentos, além de promover uma maior integração artística/cultural na cidade, a Prefeitura de Belford Roxo, através da Secretaria de Assuntos Especiais (SEMAESP), sob comando de Raquel Dauttmam, anuncia a realização do I Festival Gospel Dance do município. Os grupos de dançarinos podem fazer a inscrição gratuita, até o dia 18 de julho, na sede da prefeitura (Avenida Floripes Rocha, 378 – sala 202 - Centro). 

O festival foi idealizado para incentivar o crescimento dos ministérios de dança das igrejas evangélicas do município, promovendo maior comunhão entre as igrejas e uma grande festa cristã, que servirá para revitalizar a convivência familiar. A abertura do evento vai acontecer no dia 26 de julho, às 10h, na Casa da Cultura (Av. Bob Kennedy, 252 – Nova Piam). 

Os primeiros colocados na competição serão premiados com uma mesa de som; os segundos colocados, um projetor multimídia (datashow); e os terceiros, uma TV LCD 32”. A avaliação das etapas eliminatórias será feita por uma Comissão Avaliadora e Julgadora a ser designada pela SEMAESP. O anúncio dos vencedores ocorrerá no dia 30 de agosto, às 19h, na Casa da Cultura, durante cerimônia de premiação. Telefones para mais informações: (21) 2103-6895/ 99515-6197 ou acesse: www.festivalgospeldance.blogspot.com.br
Fonte: Assessoria de Imprensa PMBR

Aposentado morre em troca de tiros em Belford Roxo.

Um aposentado de 64 anos morreu durante uma tentativa de assalto, na manhã de ontem, na Rua Várzea do Carmo, em Vilar Novo, em Belford Roxo. Segundo policiais do 39º BPM (Belford Roxo), Severino da Silva Oliveira estava jogando cartas quando os bandidos tentaram assaltar uma carga de cigarro da Souza Cruz.
Um policial a paisana reagiu. Na troca de tiros, o agente foi ferido de raspão, enquanto a outra vítima morreu no local. O policial prestou depoimento na DHBF (Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense), que investiga o caso.
Fonte: R7/ Jornal HoraH

Pezão reúne todos os prefeitos da Baixada e mais de 150 vereadores para discutir campanha.

O candidato à reeleição ao governo do estado, Luiz Fernando Pezão (coligação ‘O Rio em Primeiro Lugar’), reuniu todos os prefeitos da Baixada, neste último domingo (6 de julho), no seu primeiro dia de campanha. O encontro teve a presença de outras lideranças da Baixada Fluminense, como os mais de 150 vereadores presentes em uma churrascaria de Nova Iguaçu. Entre os prefeitos, estava o de Belford Roxo, Dennis Dauttmam.

Junto de Pezão, o presidente regional do PMDB, Jorge Picciani, o candidato ao Senado, Cesar Maia, e o mais novo coordenador da campanha, deputado Felipe Peixoto (PDT) ouviram o candidato fixar o seu compromisso com a Baixada, onde Pezão disse que vai concluir as obras de programas como Bairro Novo e de Abastecimento.

“O governador que trouxe o asfalto agora vai trazer a água para 100% da Baixada Fluminense. Com a recuperação da Cedae, já podemos fazer isso. Não é de uma hora para outra que se recupera uma empresa como essa, tivemos que pagar muitas dívidas”, afirmou Pezão.

O candidato, que lidera coligação com 18 partidos, prometeu aos prefeitos que, se reeleito, irá expandir o Projeto de Clínicas da Família, além de melhorar a qualidade dos serviços de Internet nos municípios.

“Na saúde, sou fã da atenção básica. Quero que o Secretário de Saúde converse com cada um de vocês. Vamos criar tantas Clínicas da Família forem necessárias. E vou também reparar uma grande injustiça, levando internet de qualidade, por fibra ótica, à porta de cada um de vocês”, disse o governador.

Para Max Lemos, prefeito de Queimados, a campanha para eleger Pezão demonstra a união das lideranças de toda a Baixada: “Essa candidatura representa as mudanças que o Estado está vivendo. Não podemos voltar ao atraso”, declarou.

Dennis Dauttmam, prefeito de Belford Roxo pelo PC do B, afirmou que 13 frentes de obras foram abertas no município em parceria com o Estado. “Pezão já demonstrou conhecer todas as nossas necessidades, tornando-se imprescindível para a região”, explicou Dauttmam.

Para o prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier, além da eleição de Pezão representar o avanço das mudanças iniciadas há sete anos e meio, ter o ex-prefeito Cesar Maia no Senado significa manter a força do Rio de Janeiro na luta pelos royalties do petróleo.

Jorge Picciani, por sua vez, afirmou que este primeiro dia de campanha foi uma prévia do que irá acontecer em todo período eleitoral.

“O domingo de trabalho mostrou solidez, alegria com o grande apelo popular e o apoio dos partidos”, disse o presidente do PMDB-RJ. 

Para o candidato ao Senado, Cesar Maia, será muito importante a participação popular durante toda a campanha:

“Será uma disputa que sai do chão da base para as urnas, de políticos de proximidade e de conversa com vizinhos”, acredita Maia. 
Ainda no encontro, Pezão agradeceu aos prefeitos que o apoiam na jornada pela reeleição:
“Fico muito feliz com um exército como este. Vou ouvir a todos. Essa será a marca do meu Governo. Sempre fui assim e não vou mudar”, disse o candidato.

Participaram do encontro os seguintes prefeitos:Dennis Dauttmam, de Belford Roxo; Gelsinho Guerreiro, de Mesquita; Alessandro Calazans, de Nilópolis; Nelson Bornier, de Nova Iguaçu; Max Lemos, de Queimados; Timor, de Japeri; Professor Tarciso Pessoa, de Paracambi, Nestor Vidal, de Magé. O prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso, enviou o candidato a deputado, Celso Pancera, para representá-lo.
Fonte: Notícias de Belford Roxo

Criminosos se disfarçam de passageiros para promover assaltos em vans de Belford Roxo.

Uma quadrilha tem promovido assaltos em Belford Roxo, durante a noite, em transportes alternativos do município. Quatro vans já foram vítimas das ações dos criminosos que se disfarçam de passageiro para promover o furto em uma área mais deserta. Um motorista afirmou que há um carro que acompanha durante os furtos no veículo. Nenhum suspeito de assaltar os veículos foi preso.

O 39º Batalhão da PM de Belford Roxo deve planejar uma forma de prender os criminosos.
Fonte: R7

Garotinho se reúne com apoiadores em Belford Roxo.

O deputado federal Anthony Garotinho (PR) – candidato a governador pela terceira vez – esteve na noite de quarta-feira (9 de julho) no bairro Vila Entrerios, em Belford Roxo. Ele se reuniu com moradores, lideranças e com o ex-prefeito Alcides Rolim (PRP), que irá disputar uma vaga na Assembleia Legislativa. Garotinho prometeu que, caso seja eleito governador, irá construir um hospital estadual no município, que tem cerca de 600 mil habitantes.

Anthony Garotinho fez um rápido balanço de quando foi governador (1999 a abril de 2002). “Fiz 13 restaurantes populares, implantei o cheque cidadão, farmácia popular, café na estação, entre outros benefícios para o povo. Simplesmente foram extintos.

Em Belford Roxo pavimentei dezena de ruas e melhorei o abastecimento de água. Eu governei para o povo. Em Belford Roxo irei construir um restaurante popular e um hospital, que funcionará como pronto-socorro”, disse Garotinho, citando algumas propostas de governo: legalização do transporte alternativo, desconto de 50% no IPVA para todos os proprietários de veículos, aulas de reforço escolar e ampliação do ensino técnico.

Segurança pública 
Na área da segurança pública, Garotinho argumentou que o projeto das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) foi um caos, pois o governo estadual levou os policiais da Baixada Fluminense para a capital, permitindo assim que bandidos se instalassem na região. “Vou transformar os batalhões da PM em batalhões de defesa social, com defensoria pública, assistente social, pré-vestibular social e posto do Sistema Nacional de Empregos (Sine) com diversos serviços. Segurança não se faz só com armas”, arrematou Garotinho.
Fonte: Notícias de Belford Roxo

EU-REPÓRTER O GLOBO: Rua de Belford Roxo tem problemas de conservação e alaga sempre que chove.

A Rua Tamoio, no bairro de Heliópolis, em Belford Roxo
Leitor Alan Barbosa Soares / Eu-Repórter
RIO - Sempre que chove o problema se repete: a Rua Tamoio, no bairro de Heliópolis, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, fica alagada. Os moradores reclamam da falta de limpeza na área, que prejudica a circulação, e da ausência do poder público na cidade.

— Não tem gari, não tem limpeza nos bueiros. O mesmo trecho, entre as ruas Tupis e Aimorés, sempre alaga —relata Alan Barbosa Soares.

Ainda de acordo com o leitor, um trecho da rua foi concretado, mas por uma escola:

— Se dependesse da prefeitura, nada seria feito.
Procurada, a prefeitura de Belford Roxo informou que a Secretaria de Administração e Serviços Públicos enviou uma equipe ao local para verificar a denúncia. O governo municipal afirma, ainda, que a Secretaria de Obras também irá enviar técnicos à Rua Tamoio para que os bueiros e os buracos seja reparados.

“O trabalho de manutenção e limpeza de ruas já está sendo feito. A rua em questão é bastante extensa, e o serviço será dividido em duas etapas, a serem concluídas ainda esta semana”, afirmou a prefeitura, em nota.
Fonte: O GLOBO

No Rio, os vices de bens: senador tem patrimônio bem maior do que peemedebista. Gastos previstos na campanha é que chamam a atenção.

Quem, apesar de a Copa ainda não ter acabado, já está em ritmo de eleição tem no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informações preciosas sobre homens e mulheres que se apresentam como candidatos a governador e a vice-governador do Rio. Já estão no ar as declarações de bens desses políticos, e é lá que se percebe, por exemplo, que o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição, tem patrimônio infinitamente inferior ao de seu vice, o senador Francisco Dornelles (PP). Enquanto o peemedebista declarou R$ 252.768,40 como valor total de seus bens, o progressista informou total de R$ 11.345.837,27.

Na chapa do senador Marcelo Crivella (PRB), acontece a mesma coisa. Enquanto o ex-ministro declarou patrimônio de R$ 734.509,78 — o mais alto entre os candidatos a governador (o Jornal Extra não levou em consideração ou comentou que o Senador Marcelo Crivella também é cantor consagrado de musical Gospel com público cativo) —, seu candidato a vice, José Alberto da Costa Abreu, o General Abreu (PRB), informou R$ 971.939,27 — o segundo mais alto entre os candidatos a vice.

Tarcísio Motta, candidato do PSOL, declarou patrimônio de R$ 3.856,51, o mais baixo de todos os postulantes ao Palácio Guanabara. Seu companheiro de chapa, José Renato Gomes da Costa, o Renatão do Quilombo (PSOL), informou total de R$ 41.661,10. O candidato a vice do PCB, Heitor Cesar, não apresentou sua declaração de bens, enquanto o cabeça de chapa, Ney Nunes, declarou R$ 514.000, mais do dobro do patrimônio do atual governador. A candidata Dayse Oliveira (PSTU) também não divulgou informações sobre seu patrimônio. Sua vice, Marília Macedo (PSTU), mencionou apenas um item: um apartamento no valor de R$ 44.000, no Centro do Rio.

O deputado federal Anthony Garotinho (PR), que já foi governador do Rio, declarou patrimônio de R$ 303.538,65; e seu vice, Márcio Garcia, de R$ 76.665,86. O senador Lindbergh Farias (PT), que já foi prefeito de Nova Iguaçu, apresentou total de bens no valor de R$ 189.456,15; e seu vice, Roberto Rocco (PV), de R$ 10.000.
Fonte: Extra Online/Rozane Monteiro

Dinheiro é o que não falta: Deputados Estaduais do Rio declararam carregar R$ 2,9 milhões em espécie.

Dezoito deputados estaduais da Assembleia do Rio declararam à Justiça eleitoral possuir altas somas em dinheiro vivo — os valores totalizam R$ 2,9 milhões. O levantamento do EXTRA, baseado em dados públicos informados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na internet, mostra que os deputados Thiago Pampolha (PSD), Luiz Martins (PDT) e Ricardo Abrão (PDT) são os três com maiores quantias em espécie.

Pampolha, que declarou um patrimônio de R$ 781.500, tem R$ 500.000 em espécie. Seus demais bens, de acordo com a declaração, são cotas de postos de gasolina e um apartamento na Praia da Barra da Tijuca, no valor de R$ 121.500 — a exemplo de qualquer cidadão, os candidatos não são obrigados a atualizar o valor de face dos imóveis em sua declaração de renda.

Segundo a assessoria de imprensa de Pampolha, ele preferiu o dinheiro em espécie para usá-lo na campanha. De acordo com seu assessor, o candidato informará em sua prestação de contas à Justiça eleitoral o uso que fez do montante.

Ricardo Abrão afirmou ter R$ 400 mil em dinheiro vivo. O deputado é o mais rico da Alerj, com um patrimônio é de R$ 11,6 milhões, formado por nove imóveis, sociedade em prédios comerciais e participações em empresas, entre outros bens. Procurada, a assessoria de imprensa do deputado não respondeu ao EXTRA para informar o que ele pretende fazer com a soma em espécie.

Segundo o TSE, Martins tem o mesmo valor em espécie que Abrão. No entanto, segundo a assessoria de imprensa do deputado, a informação do TSE está incorreta. “Deve ter sido um erro de digitação”, afirmou o assessor. O deputado pedirá a correção à Justiça Eleitoral.
Sem analisar nenhum desses casos especificamente e falando em tese, o professor de Finanças da Fundação Getúlio Vargas no Rio (FGV-Rio) Sérgio Bessa avalia que declarar dinheiro em espécie em casa pode ser ingenuidade ou má-fé. Ele explica que não é ilegal guardar dinheiro vivo e lembra que dinheiro parado não rende nada.

— Primeiro, é bom dizer que não é ilegal levar essas somas consigo. Das duas, uma. Ou a pessoa é ingênua ou declara esse dinheiro para ter ali um seguro para justificar futuras falcatruas. Imagine que, no futuro, essa pessoa seja pega com uma mala de dinheiro, obtida de forma ilegal. Bastaria dizer que o dinheiro foi devidamente declarado no passado. É um seguro contra falcatrua — analisa.
Fonte: Extra Oline/Guilherme Amado

Ministério Público cria núcleo de combate à corrupção no Rio.

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro criou o Núcleo de Combate à Corrupção, que atuará simultaneamente nas esferas cível e criminal para repressão de condutas que caracterizem violação à Lei de Improbidade Administrativa e à legislação penal.

A equipe conta com dez procuradores da República, que atuarão tanto na esferas cível quanto criminal, investigando representações e denúncias envolvendo improbidade administrativa e crimes como peculato, prevaricação, tráfico de influência, corrupção ativa e passiva, violação de sigilo funcional, emprego irregular de verbas públicas, dentro outros. Antes, a investigação era dividida apenas entre dois procuradores, um da área cível e outro da criminal.

Imagem Ilustrativa da Internet.
Quem quiser fazer uma denúncia ao Núcleo de Combate à Corrupção podem acessar o site http://cidadao.mpf.mp.br ou ir pessoalmente a uma das unidades do MPF no estado. Na capital, o atendimento funciona na Av. Nilo Peçanha 31, sala 222, Centro. O horário de atendimento é das 11h às 18h, de segunda a sexta-feira.
Fonte: Berenice Seara/Extra Online

Marcelo Crivella inicia campanha com caminhada em Belford Roxo.

Em seu primeiro dia de campanha, o candidato ao governo do Rio pelo PRB, Marcelo Crivella, fez uma caminhada pela feira de Campo Grande, na Zona Oeste da capital fluminense. O candidato ouviu neste domingo demandas de comerciantes e aproveitou para cumprimentar possíveis eleitores. Sem ter conseguido fechar aliança com qualquer outro partido para sua candidatura, Crivella não se considera isolado.

— Como posso me sentir isolado se estou em primeiro lugar nas pesquisas e em último na rejeição? Eu estou animado — disse.
Fiel aliado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro da Pesca acredita que o petista atuará como um “magistrado”, de forma isenta, no primeiro turno, já que aliados têm candidatos próprios no Rio de Janeiro. Para ele, no entanto, será diferente no segundo turno:

Crivella conversa com comerciantes em Campo Grande - O GLOBO / Leandra Lima
— Quem for da base aliada e conseguir ir para o segundo turno provavelmente contará sim com a presença dele.

Aproveitando a ocasião de estar num bairro da Zona Oeste, Crivella prometeu investir na geração de emprego e renda no local.

— Temos 27% da população do Rio morando na AP-5 (Área de Planejamento 5), mas só 7% dos que moram aqui têm empregos formais. É preciso gerar mais empregos. A Gerdau, por exemplo, está dobrando sua capacidade de produção de vergalhão. A CSA também. É preciso que essas grandes empresas se articulem para a construção de um parque industrial para adensar a cadeia produtiva. O governo do estado não está investindo como se deve nas zonas industriais de Campo Grande e Santa Cruz, e é isso o que eu vou fazer. Vou investir na geração de emprego e renda.

Com postura típica de políticos em corpo a corpo durante campanha, Marcelo Crivella distribuiu apertos de mãos, abraços, promessas ao pé do ouvido dos moradores, além de beijos em crianças apresentadas pelos pais.

Percorrendo a Feira de Areia Branca em Belford Roxo.
Em Belford RoxoCrivella percorreu a Feira de Areia Branca onde recebeu o apoio dos comerciantes e as reivindicações da Baixada.

Na caminhada, Crivella conversou com moradores belforroxenses, recebeu reivindicações acerca do abandono da região pelo governo do estado e ressaltou a questão da falta d’água. Ele estava acompanhado da deputada estadual Rosangela Gomes e do vereador Wilson da TV.

Percorrendo a Feira de Areia Branca em Belford Roxo.
“Precisamos colocar água na Baixada e isso eu vou fazer tirando a água que está hoje no caminhão-pipa e colocando nas adutoras de redistribuição. É um absurdo a Baixada não ter rede de redistribuição. A água que chega até aqui vem de caminhão-pipa explorando nosso povo que tem que pagar por um serviço que já tinha que ter na porta da sua casa – e encanado – há muito tempo. Quando a água não está na rede de redistribuição das adutoras e está no carro-pipa, quem entra pelo cano é o povo”, alertou Crivella, após seguiu para Nova Iguaçu. Aos moradores surpreendidos com a sua presença, Crivella prometeu atrair empresas envolvidas na exploração do petróleo de pré-sal para o entorno do Eixo Metropolitano.
— Eu quero trazer empresas do pré-sal para o entorno do Eixo Metropolitano. O que fosse produzido aqui seria escoado pelo Porto de Sepetiba. Vou garantir a geração de emprego para a Baixada Fluminense.

Ao longo de sua caminhada pelos bairros do Rio, Marcelo Crivella afirmou que concentrará esforços para melhorar os índices de saneamento básico tanto da Zona Oeste quando na Baixada.

Percorrendo a Feira de Areia Branca em Belford Roxo.
— Quem vive na Zona Oeste costuma fazer de Mangaratiba a sua praia, mas lá não tem saneamento. Fim de semana é um horror. E na Baixada precisamos tirar a água do caminhão pipa e levar para as galerias de abastecimento de água. Nem que eu tenha que tirar de tirar sal da água do mar, mas eu vou trazer água para a Baixada.
 A deputada estadual Rosângela Gomes (PRB) acompanhou o ex-ministro da Pesca nas caminhadas por Belford Roxo e Nova Iguaçu, seu reduto eleitoral.

 
Em nenhum momento das caminhadas, o candidato do PRB ao Palácio da Guanabara fez críticas à atuação do atual governo na área de segurança pública. Crivella escalou um time na área de segurança pública para sua candidatura. Seu vice é José Alberto da Costa Abreu, ex-comandante da 1ª Divisão do Exército, responsável pelo esquema de segurança do Papa Francisco quando esteve no Rio em julho do ano passado para a Jornada Mundial da Juventude. Como primeiro suplente, o escolhido foi o coronel Paulo César Amendola, primeiro comandante da Guarda Municipal, criada em 1993 pelo então prefeito Cesar Maia (DEM).

Sem o apoio de outros partidos, o tempo de televisão de Crivella fica em torno de 1 minuto e 30 segundos. A campanha do senador e ex-ministro da Pesca custará cerca de R$ 9 milhões.
Fonte: O Globo/ Eliane Ovalle – PRB/RJ

OPORTUNIDADE: TRT do Rio de Janeiro abre concurso para 77 vagas com salários de até R$ 8.178.

O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-RJ)divulgou nesta quinta-feira, dia 10, o edital de um concurso público para preencher 77 vagas de níveis médio e superior na área de Tecnologia da Informação e de Medicina.
 
 
São 74 vagas para o cargo de analista Judiciário na área de apoio especializado em Tecnologia da Informação. Para essa podem concorrer profissionais graduados em Informática ou que tenham o nível superior em qualquer área com pós-graduação em Informática. O salário inicial é de R$ 8.178.

No nível superior há também uma vaga para analista Judiciário na área de apoio especializado em Medicina (Psiquiatria). Já quem tem curso técnico na área de Informática pode disputar duas vagas de técnico judiciário na área de apoio especializado em Tecnologia da Informação.

As inscrições deverão ser feitas pelo site da Fundação Carlos Chagas (FCC) a partir das 10h próxima segunda-feira, dia 14, até 12 de agosto. As taxas são de R$70 para técnico judiciário e de R$110 para analista judiciário. Os pedidos de isenção da taxa poderão ser feitos até quarta-feira, dia 16.
Fonte: Extra Online

ELEIÇÕES 2014: Pelo menos 44 deputados estaduais do Rio ficaram mais ricos durante o atual mandato.

Dos 70 deputados estaduais da Assembleia do Rio, pelo menos 44 enriqueceram desde 2010, quando foram eleitos para o atual mandato. Um levantamento feito na base de dados da Justiça Eleitoral mostrou que a deputada Janira Rocha (PSOL) foi a que teve a maior variação patrimonial, aumentando seus bens em 4.370%. O salto foi de R$ 9 mil, em 2010, para R$ 402.331,69, este ano.

A declaração entregue por Janira ao TRE-RJ informou quatro bens: uma casa em Araruama, de R$ 350 mil; um Renault Megane, de R$ 51 mil; e R$ 1.331,69 em duas contas.

Em 2010, ao se registrar para a eleição em que venceria a reboque dos votos de Marcelo Freixo (PSOL), Janira afirmou possuir apenas um Jeep, de R$ 7 mil, e uma caderneta de poupança com R$ 2 mil.

A deputada afirmou que o salário de R$ 20.042,35 fez diferença em seu orçamento. Antes da eleição, recebia R$ 4 mil como funcionária pública.

— Sou a prima pobre da Alerj, não sou rica. Este mês não tenho dinheiro para pagar minhas contas. Meu nome estava sujo no Serasa e no SPC no mês passado — afirmou.

A peemedebista Graça Matos foi a segunda da Alerj com maior evolução de patrimônio — um crescimento de 634%, nos últimos quatro anos. Segundo Graça, seus bens também pertencem a seu marido, o deputado federal Edson Ezequiel (PMDB).

A maior parte dos bens de Graça são aplicações de R$ 1,5 milhão.
As duas, porém, não são as parlamentares da Alerj mais ricas. O primeiro e o segundo lugar nesse ranking cabem a Ricardo Abrão (PDT) e Rafael Picciani (PMDB).

No levantamento, o EXTRA não pode analisar os bens de André Ceciliano (PT), André Lazaroni (PMDB), Dr. José Luiz Nanci (PPS), Geraldo Moreira (PTN), Geraldo Pudim (PR), Marcos Abrahão (PTdoB), Myrian Rios (PSD), Rosângela Gomes e Xandrinho (PV), pois a Justiça eleitoral ainda não informou as declarações de bens dos oito.
Fonte: Extra Online/Guilherme Amado

Belford Roxo busca parceria para a saúde na ENSP.

O prefeito Dennis Dauttmam, se reuniu, na última semana, com o diretor da ENSP, Hermano Castro, para dar início a possíveis cooperações na área da saúde para o município da Baixada Fluminense. No encontro, Dauttmam apresentou as necessidades da região, que vão desde a qualificação dos profissionais que atuam no sistema de saúde até o desenvolvimento de ações que melhorem a cobertura sanitária do município. Ficou acertado que a prefeitura apresentará um diagnóstico de seus problemas, para que então, grupos de trabalho da Escola e da cidade, possam organizar estratégias que contemplem, não só Belford Roxo, mas também os demais municípios da Baixada.

O prefeito espera que os cursos lato sensu da Escola sejam levados para o município, de forma que sejam criadas parcerias com as demais prefeituras, fazendo com que Belford Roxo se torne uma referência local para a Baixada. “Não adianta apenas qualificarmos nossos profissionais, porque acabaríamos assim recebendo demandas de outros municípios. Temos que pensar amplamente e desenvolver um macro projeto, para que toda a região possa absorver seus problemas”, disse.

Segundo o prefeito, uma das principais dificuldades da Baixada Fluminense é a falta de saneamento básico. Em Belford Roxo não é diferente. Cerca de 60% do município, que conta com uma população de mais de 600 mil habitantes, não é saneado. “Não temos recursos suficientes para solucionar isso. Através de parcerias como a da ENSP, podemos buscar melhores ações com os menores custos, visando minimizar essa questão”, ressaltou. Tais ações poderão ser discutidas entre grupos técnicos envolvendo representantes do Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da Escola e da prefeitura de Belford Roxo.

Ainda na saúde, a cidade sofre com altos índices de tuberculose, verminoses, AVC, além de deficiências motoras, visuais, auditivas, entre outras. “Vamos fazer um amplo estudo da nossa realidade para trazer, à ENSP, as demandas e encontrar, no escopo das pesquisas aqui desenvolvidas, estratégias que possam melhorar a qualidade de vida e saúde da nossa população”, destacou o prefeito.
Para o diretor Hermano Castro, essa futura parceria é fundamental para a Escola, uma vez que a instituição trabalha em vários estados brasileiros, e até internacionalmente, mas possui poucas atividades com as regiões vizinhas. “Temos que retornar os projetos com a Baixada Fluminense. Além de não contarmos com uma política de saúde clara para esta região, e não possuirmos parcerias com estes municípios, temos também o problema do impacto desta carência afetando o sistema de saúde da cidade do Rio de Janeiro. A população local acaba vindo para cá em busca de atendimento. A ideia é trabalhar amplamente está parceria nas estratégias de saúde para que possamos disseminá-las aos demais municípios da região”, destacou.

Participaram ainda da reunião o vice-diretor de Escola de Governo em Saúde da ENSP, Frederico Peres, o coordenador de Ambulatórios e Laboratórios da Escola, Marco Menezes, e o médico da prefeitura de Belford Roxo, Ernesto Castro.
Fonte: Ensp / FioCruz

ARCO METROPOLITANO IMPULSIONARÁ DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO ESTADO.

Expectativa é de que o primeiro trecho da rodovia eleve o PIB fluminense em R$ 1,8 bilhão.
O Arco Metropolitano vai impulsionar o desenvolvimento econômico, gerando emprego e renda no estado. De acordo com levantamento da Secretaria de Desenvolvimento, somente nas cidades diretamente beneficiadas na primeira fase da obra – Duque de Caxias, Itaguaí, Japeri, Nova Iguaçu, Queimados e Seropédica – foram identificados, desde 2007, investimentos em torno de R$ 12 bilhões e que geram cerca de 18 mil empregos.

– O Arco Metropolitano vai se transformar em uma grande área de logística – disse o secretário de Obras, Hudson Braga.

Para expandir as áreas disponíveis para instalação de novas indústrias, a Codin (Companhia de Desenvolvimento Industrial) está estudando a viabilidade de áreas para novos distritos industriais que chegam a 58 quilômetros quadrados.

– Os benefícios dessa grande obra estão contribuindo diretamente para a atração de investimentos muito importantes para o desenvolvimento da região – explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Julio Bueno.

 
A primeira fase inaugurada tem 71,2 quilômetros, entre Itaguaí e Duque de Caxias. Em toda sua extensão, a via chegará até Itaboraí, em um percurso total de 145 quilômetros. Esse novo corredor viário será fundamental para desafogar o tráfego na Região Metropolitana do Rio, facilitar o acesso das cargas ao porto e, ainda, reduzir o tempo de movimentação e custo com transporte de produtos.

Os principais municípios impactados pelo Arco Metropolitano foram divididos em três áreas. A primeira dessas áreas reúne Itaguaí, Queimados, Japeri, Paracambi e Seropédica. Considerando apenas as empresas que se beneficiaram da Lei 5.636 – que estendeu os benefícios de redução do ICMS de 19% para 2% –, já são 2 mil empregos gerados, com R$ 280 milhões em investimentos anunciados.

Já Itaguaí é considerado o principal foco dos grandes investimentos por causa do porto instalado no município. Entre os projetos já anunciados para a cidade, destaca-se a construção do estaleiro da Marinha, com aporte de R$ 5 bilhões.

De acordo com dados da Firjan, o primeiro trecho da rodovia vai elevar o PIB (Produto Interno Bruto) em R$ 1,8 bilhão, apenas considerando o ganho de produtividade em transporte. O início das operações poderá reduzir em até 20% os custos logísticos das indústrias instaladas na região.
Fonte: Governo do Estado RJ

Em breve motoristas não precisaram pagar mais pedágio para ir até Xerém. Conheça o novo traçado da via e acesso a Petrópolis.

Os dias de cidade partida estão perto do fim. A mudança da praça de pedágio de Xerém vai encerrar batalha de 17 anos que a população de Caxias trava pelo direito de ir e vir em seu próprio município, sem pagar por isso. A boa notícia veio da presidenta Dilma Rousseff, ao anunciar investimentos de R$ 2,8 bilhões em obras nas rodovias federais que cortam o Estado do Rio.

A praça de pedágio de Xerém será transferida do Km 104 para o Km 102 da Washington Luiz, na subida da Serra de Petrópolis. Assim, os moradores ficarão livres da cobrança quando forem ao Centro do município e ao Rio de Janeiro. Não há lógica em cobrar pedágio de motoristas que usam o carro para ir ao trabalho, à farmácia ou para deixar os filhos na escola.

A população foi à luta nas ruas e uniu forças com o Legislativo. Na Câmara, o deputado federal e ex-prefeito de D.Caxias Wahington Reis assumiu a tarefa como presidente da Comissão de Viação e Transportes, "Tivemos diversas audiências com a presidenta Dilma, com a concessionária responsável pela rodovia e também com a Agência Nacional de Transportes Terrestres...".

O resultado foi uma vitória histórica para Caxias. Além da transferência do pedágio, as rodovias federais receberão investimentos de peso a partir de 2014. O pacote de obras prevê a duplicação do trecho de subida da Serra de Petrópolis, a duplicação da pista de descida da Serra das Araras (Via Dutra) e a conclusão do Mergulhão que ligará a Praça Renascença à Ponte Rio-Niterói, além de novos pontos de iluminação pública.

São projetos estruturantes que vêm para mudar o Rio. Estamos às vésperas da Copa das Confederações, da Jornada Mundial da Juventude, da Copa do Mundo, das Olimpíadas, além de muitos outros eventos. A luta da população, afinal, será recompensada.
Fonte: O Dia

Tribunal de Justiça cancela medida que anulava a seleção para auditor fiscal tributário de Belford Roxo.

O Tribunal de Justiça do Rio suspendeu os efeitos do decreto municipal que anulava o concurso, após o Ministério Público entrar com recurso.
De acordo com a desembargadora Mônica Sardas, relatora do recurso, a anulação da seleção traria prejuízos aos concursados, principalmente aos que foram classificados dentro do número de vagas.

Além disso, a desembargadora reconheceu que a suspensão do decreto não geraria danos ao município e evitaria um possível prejuízo aos cofres públicos, por conta de devolução das taxas de inscrição.

A Prefeitura de Belford Roxo disse que não foi notificada e que, após o recebimento da notificação, vai analisar a sentença para verificar se cabe recurso ou não.
Fonte: Jornal Extra